Secretaria de Assistência Social Discute Assunto sobre Pessoa em Situação de Rua

Postado em 19 Fevereiro 2019
por Ascom - AB
Acessos: 366

A Prefeitura de Água Boa, por meio da Secretaria de Assistência Social, realizou uma reunião com a representante da Polícia Militar, Tenente Rosana, para discutir estratégias e medidas relacionadas às pessoas em situação de rua que se encontram no município.

De acordo com a Secretária Helaine Cristina, o município, lamentavelmente, registra, um número crescente de pessoas nessa situação, a maioria, vindas de outras cidades. “Estamos atentos sobre a questão, inclusive, temos feito um trabalho de monitoramento, para saber a origem e como algumas pessoas vieram parar aqui.

Precisamos ampliar nossa atenção. É importante discutir e debater as ações sobre enfrentamento e atendimento a pessoa em situação de rua. Infelizmente, a vulnerabilidade social atinge muitas pessoas. Nós, enquanto representante do poder público municipal, dentro das nossas possibilidades, temos a missão de desenvolver ações que possam contribuir com a reinserção social dos moradores de rua e ao mesmo tempo dar uma resposta a sociedade”.

Durante a reunião os profissionais da Secretaria de Assistência Social falaram sobre os serviços oferecidos nas unidades do Centro de Referência de Assistência Social- CRAS e Centro de Referência Especializado de Assistência Social e Gestão—CREAS.

Ainda segundo a Secretária Helaine Cristina, em determinados casos, a pessoa em situação de rua recusa em receber auxílio. “Qualquer ação tem que ser feita com muito critério. Não podemos forçar para não ferir a constituição federal que garante no inciso XV, artigo 5º que é livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair com seus bens. Sendo assim, aqueles que aceitarem ajuda serão atendidos no CREAS. É importante que a rede dos serviços públicos, entidades e sociedade trabalhem de forma conjunta com a finalidade de promover um trabalho eficiente para resgate e valorização dos indivíduos”.