2º Festival de Cultura Urbana de Água Boa

Postado em 09 Novembro 2015
por Assessoria de Imprensa
em Cultura
Acessos: 1137

segfestculturb 02Neste Domingo, 08 de novembro, aconteceu no Espaço Cultural José Elmo Kuhn da Praça da Cultura, o 2º Festival de Cultura Urbana de Água Boa, organizado pela comunidade Hip-Hop da cidade.

segfestculturb 03O evento contou com competições de “dança de rua” Break, campeonato de skate e batalhas de cantores de RAP, com participantes de Paraíba, Anápolis (GO), Rio Verde (GO), Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Nova xavantina, Canarana e Água Boa.

segfestculturb 04O Festival teve apoio da Coordenadoria de Cultura da Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Cultura (SEMEC) da Prefeitura de Água Boa, da Associação Multicultural de Água Boa (AMAB), da Polícia Militar e do patrocínio de diversos comércios locais.

segfestculturb 01O Presidente da AMAB e principal organizador do evento, Alan Apio, destaca a importância da gestão sobre nichos culturais menores, muito além da cultura de multidões, valorizando os pequenos artistas e estimulando a quebra de preconceitos sociais.

Com a visualização da arte dos praticantes do hip-hop é possível perceber o potencial desses jovens que são, muitas vezes, estereotipados e colocados junto com o perfil dos maus elementos, o que não é verdade, adverte Alan.

Das arquibancadas os espectadores puderam prestigiar a impressionante performance de dança dos “B.Boys”, com seus passos rítmicos, giros, saltos e movimentos de solo que desafiam a gravidade e as capacidades do corpo.

Um grande destaque do Break foi o jurado Perninha, da Paraíba, que tem uma das pernas não desenvolvida, pela altura do joelho, mas que cativou a atenção e admiração de todos com sua técnica avançada de dança.

No Skate a garotada movimentou o chão do teatro arena com circuitos ousados e habilidades sobre elevados, corrimãos e barras, além de quedas inusitadas que arrancaram sustos da plateia.

O destaque Aguaboense entre os skatistas foi o competidor Daniel, de 20 anos, apaixonado pelo esporte e rapaz exemplar na sociedade, conforme recentemente citado em um artigo jornalístico local.

No RAP os MC’s trocaram farpas entre si, como a tradição do desafio determina, mas sempre no espirito cultural, mostrando intimidade com o microfone e pensamento rápido para chegar a uma letra coerente e que encaixe na batida.

O Festival teve inicio as 13h30 e se estendeu até a noite, por volta das 19h30, revezando públicos que prestigiavam cada etapa, somando aproximadamente 400 expectadores em sua totalidade.

A atração musical ficou a cargo do Disk Jockey (DJ) Bengala, e show da banda “Demonstro”, de Rondonópolis, cantando músicas sobre a criminalidade nas cidades, o preconceito de classes e a motivação pela arte do hip-hop.

Entre os patrocinadores estão; Alan Apio, Agritex, Burgezia, Compre Bem, Competence Car, Drª Angela Clara Bini, Eletropolo, Engecol, Eletrônica do Reinaldo, Açolamb, Pitta Veículos, Rotaract, Só Parafusos, Zandoná imóveis, Kiloko e Loja Estrela.

Confira as modalidades e seus vencedores:

B.Boing

Jurados:

Iguin Rock Niggat (Anápolis)

Perninha Killa Rockeas (Paraíba)

Rivani Style Maniacs (Água Boa)

1º Lugar: Ka (Rondonópolis) - R$ 1.000,00

2º Lugar: Pantera (Rio Verde) - Brinde

3º Lugar: Peixinho (Várzea Grande) - Brinde

MC

Jurados: Público

1º Lugar: Jonatan (Água Boa) R$ 500,00

2º Lugar: David (Água Boa) - Brinde

3º Lugar: Robson (Água Boa) - Brinde

Skate

Jurados:

Jurupim

Taiguara

Caio

1º Lugar: Mayke (Nova Xavantina)

2º Lugar: Daniel Oliveira (Água Boa)

3º Lugar: Luan (Canarana)