DIA MUNDIAL DA ÁGUA – 22 DE MARÇO

Postado em 22 Março 2016
por Assessoria de Imprensa
Acessos: 1261

Por: Áurea Soares de Campos

diadaagua01mQue ÁGUA BOA !!!!, Era assim que diziam aqueles que após longos dias de jornada pela BR 158 (quando de sua implantação) e se instalavam na paragem do Sr. Manoel tomados pela necessidade de encontrar água boa para beber. Água Boa é nome que devemos honrar e tentar mantê-lo por longos anos para que assim nossa cidade continue sendo conhecida como uma cidade que cuida da Qualidade de suas águas.

diadaagua02mMas muitas vezes quando estamos em outros lugares reclamamos que Água Boa, nem tem rios, não sei porque chama Água Boa !!!!! Nosso intuito então é esclarecer que Água Boa – MT, é uma cidade rica pela sua hidrografia, porém são tantos corpos hídricos pequenos que não nos damos conta e acabamos por desprezá-los. Dessa forma muitas vezes negligenciamos o córrego que passa no nosso bairro, a grota que corta a nossa chácara, a Lagoa que está na área urbana ou a nascente que está em alguma propriedade rural.

Hoje, 22 de Março é Dia Mundial da Água, e APELAMOS à população de Água Boa, para que cuide melhor dos corpos hídricos estejam estes onde estiverem, seja qual for o seu tamanho ou importância.

diadaagua05mRecentemente o Sudeste do país passou por uma crise hídrica severa que fez o Brasil refletir sobre as políticas públicas existentes e as ações que estão sendo tomadas para a preservação desse bem vital para a humanidade.

Não queremos que Água Boa passe por algum momento de escassez e para isso é necessário sim políticas públicas efetivas, mas também é extremamente necessário um trabalho conjunto entre sociedade civil e o governo, sendo que as pessoas que fazem parte dessa sociedade são mais responsáveis pela destruição ou conservação das águas, pois é através das atividades humanas que destruímos esse bem tão precioso.

diadaagua03mA administração pública de Agua Boa, além de desenvolver projetos focados na preservação dos corpos hídricos existentes no seu território, também avalia a qualidade da água por meio de controle de qualidade da água de consumo humano, realizado pelo DEMAE – Departamento Municipal de Água e Esgoto, e está mesma água é monitorada pela Vigilância Ambiental, que futuramente passará a monitorar também a qualidade das Águas de alguns Corpos Hídricos, com esses monitoramentos poderemos prever consequências futuras que decorreriam de uma expansão das atividades na área urbana e rural e assim desenvolver medidas adequadas de controle dessas águas.

A Engª Sanitarista – Áurea Soares de Campos, lembra mais uma vez que os pequenos corpos hídricos são extremamente importantes, assim como os grandes, e nós todos precisamos evitar a sua degradação, recomendando o seguinte:

 

1- CONHECIMENTO, ENVOLVIMENTO E COMPROMETIMENTO – em primeiro lugar é preciso se envolver com o assunto. Conheça, se Envolva e Mobilize sempre que possível sua comunidade, participe, ajude a fiscalizar e promover ações e projetos na defesa do meio ambiente, dos recursos hídricos e da melhoria da qualidade de vida de sua cidade e da região.

2- ECONOMIA DE ÁGUA – Quanto maior a economia de água, menor a produção de esgoto e isso é uma grande forma de preservar as águas, principalmente as águas subterrâneas, pois em nosso município temos uma grande quantidade de sumidouros e fossas negras. Encontre meios de economizar a água em sua casa, em sua empresa e nos locais públicos.

3- PRESERVAR AS MATAS CILIARES – As margens dos rios, lagos, córregos e nascentes, possuem uma mata muito importante, as matas ciliares. São elas que garantem a qualidade da água, o equilíbrio da fauna e flora, que evitam o assoreamento e que os restos de detritos cheguem até o corpo hídrico. Também reduzem o processo de erosão, filtram a poluição e proporcionam sombra e proteção.

4 – EVITE A POLUIÇÃO DENTRO E FORA DE CASA - Nunca jogue lixo nos ralos de casa ou das ruas, nem tampouco nos bueiros. Os sistemas de escoamento não fazem o tratamento dos materiais e levarão os mesmos para o corpo hídrico mais próximo que levará a outro e a outro até chegar no mar.

5 – CUIDADO COM OS PRODUTOS QUÍMICOS – Evite utilizar quantidades elevadas de produtos químicos, como óleo para motores, anticoagulantes e detergentes de carros. Jamais use-os próximo aos rios, lagos e outros corpos hídricos, 01 litro de óleo pode contaminar quase 01 milhão de litros de água.

6 – FAÇA TURISMO ECOLÓGICO – As pessoas tendem a se encantar com a natureza vendo-a de perto. Faça um ecoturismo e mostre um lugar bem bonito onde um rio percorre, visite uma lagoa ao pôr do sol, uma linda vereda em áreas não tão distantes. Contemple as belezas naturais como as cachoeiras, rios, e outros, com respeito e consciência, não danifique a paisagem visitada, deixe no local apenas pegadas, e leve de recordação apenas fotografias.

7. LEGALIZE O USO DAS ÁGUAS: Quando necessitar usar algum recurso hídrico, faça-o com racionalidade, pense nas gerações futuras. Para o uso racional das águas é necessário fazer a solicitação da outorga, para poços tubulares, pisciculturas, raniculturas, irrigação, diluição de efluentes, captação e uso da água de qualquer forma, e para qualquer atividade, deve ser autorizada pelo órgão ambiental, informe-se.

8 – DENUNCIE: Quando observar vazamentos, lixo, qualquer tipo de poluição ou qualquer outro ato que prejudique o meio ambiente e principalmente a água, DENUNCIE – Ações rápidas podem minimizar as consequências causadas à água e ajudar a achar quem cometeu o crime. Em Água Boa existe o CMMA – Conselho Municipal do Meio Ambiente, ligue (66) 3468 – 1223 e Denuncie.

9 – EDUQUE: A Educação Ambiental formal ou informal ajuda a sensibilizar as pessoas para que cuidem melhor do meio ambiente. CUIDE DAS ÁGUAS - A Natureza Agradece.

diadaagua04m

LAGOA DOS BURITIS – BR 158 / ÁGUA BOA – MT. (Foto: Edgar S. Rezende).