SAÚDE: Água Boa atinge antecipadamente a meta preconizada pelo Ministério da Saúde quanto a vacinação contra a influenza

Postado em 22 Maio 2019
por Saúde
em Saúde
Acessos: 115

Há poucos dias para o encerramento da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza tipo B, H3N2 e H1N1, em todo país, o município de Água Boa é o primeiro da região do Médio Araguaia a atingir a meta de vacinação de 90% da população prioritária, preconizada pelo Ministério da Saúde.

Das 5.594 pessoas, 5.069 já estão imunizadas contra o vírus. Desde o dia 10 de abril, quando foi dada a largada para a campanha, os profissionais de saúde se empenharam no sentido de fazer buscas ativas nas áreas geo-administrativas e campanhas educativas para incentivar a população quanto à importância da vacinação.

Para o Secretário Municipal de Saúde de Água Boa Jader Bahia o empenho e dedicação dos servidores municipais á causa foi o diferencial para alcançar a meta. Já para a Coordenadora da Campanha, a enfermeira Odeny Pérego, ter êxito em uma campanha de vacinação é responsabilidade de todos, sendo necessário entender que a vacinação é a forma mais eficaz de proteger nossa população, ressalta a profissional.

A menos de duas semanas do fim da campanha, apenas 63,4% do público-alvo se vacinou contra a gripe em todo o país, e a nível estadual o índice atingiu 69,3%. Em tempo, o gestor Jader Bahia destaca que as ações não param e que o objetivo é imunizar o maior número possível de munícipes.

Mesmo com o cumprimento da meta a equipe da Secretaria Municipal de Saúde mantém-se comprometida na busca pela população prioritária, principalmente crianças e com isso conta com a seriedade e responsabilidade dos pais e responsáveis. Para quem não conseguiu se vacinar e faz parte do grupo de risco, pode se dirigir as unidades de saúde municipais e receber o imunobiológico. Ressalta – se que as crianças que receberam a dose da vacina pela primeira vez na vida deverão receber uma segunda dose para ser considerada imunizada.

Para mais informações entre em contato pelos telefones 3468-5500/5511.

(Dados: