Covid-19: Prefeitura vai iniciar vacinação infantil em escolas

Iniciativa busca aumentar a imunização de crianças de 5 a 11 anos

4c27a91c 1406 4ac0 a561 a3e4dd4754e0

A Prefeitura de Água Boa, por meio das Secretarias Municipais de Saúde e da Educação, vai começar, na quinta-feira (7), um mutirão de vacinação contra a Covid-19 nas escolas públicas. A iniciativa tem como objetivo aumentar a cobertura vacinal de crianças de 5 a 11 anos no município.

Para as crianças serem vacinadas, os pais ou responsáveis precisam assinar um termo de autorização que será enviado pelas escolas.

Além do formulário de autorização assinado, será preciso enviar o Cartão Nacional do SUS ou CPF e Cartão de Vacina. Se preferir, os pais ou responsáveis podem comparecer à escola no dia indicado para acompanhar a imunização da criança.

A vacinação da Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos já está acontecendo, todas as sextas-feiras, no Centro Municipal de Saúde, das 7h30 às 11h e das 13h30 às 17h30.

 

Confira o Cronograma Vacinal nas Escolas:

Dia 07/04-quinta-feira: Escola Municipal de Educação Infantil Jacy Salamoni e Escola Estadual 9 de Julho

Dia 08/04: sexta-feira: Escola Municipal de Educação Infantil Cantinho da Alegria e Escola Municipal Ermindo Mendel

Dia 11/04-segunda-feira: Escola Municipal de Educação Infantil Gisselda Trentin e Escola Municipal Vila Nova

Dia 12/04-terça-feira: Escola Municipal de Educação Infantil Catarina Lúcia e Escola Municipal Cristalino

Dia 13/04- quarta-feira: Escola Municipal Cecília Meireles e Escola Municipal Guarujá

A vacina da Pfizer para crianças nessa faixa etária foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) desde dezembro. Ela tem uma formulação diferente e uma dose menor que a dos adultos e adolescentes, são apenas 10 microgramas (0,2 ml) do imunizante. O intervalo entre a 1ª e a 2ª dose é de 60 dias.

A CoronaVac também já está aprovada pela Anvisa para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. O imunizante tem a mesma formulação disponibilizada para adultos, com a aplicação de duas doses no intervalo de 14 a 28 dias entre elas.

De acordo com pesquisadores da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), ouvidos pela Agência Brasil, as chances de uma criança ter quadros graves de covid-19 superam qualquer risco de evento adverso relacionado à vacina.

Milhões de crianças já foram vacinadas com segurança no mundo inteiro. A vacina é um ato de cuidado e amor, proteja sua criança.

Por Assessoria Comunicação Saúde